Dossiê Fazenda Modelo reúne ciência, arte e cultura

DOSSIÊ FAZENDA MODELO

Gisnaldo Amorim coordena, atualmente, a elaboração de um Dossiê que visa à difusão da ideia de consideração da Fazenda Modelo como área de preservação ambiental, propícia para formulação de propostas de educação ambiental, um dos potenciais do local para a comunidade de Pedro Leopoldo. O Dossiê é composto por textos informativos e literários, propostas pedagógicas que incluem música, desafios e observação, fotografia de fauna e flora com ênfase em passeiriformes (Jardel Vieira) e também recuperação de histórias, narrativas e causos da região, contados por moradores e recuperados pelo autor. O dossiê tem a colaboração de pessoas da comunidade e possui um grupo no Facebook, com atualizações permanentes e intensa visualização.

Gisnaldo Amorim realiza estudos permanentes na região, contando com observação, registro, fotografia, escrita e coleta de informações na região. forma já catalogadas, por observações diretas, com registros fotográficos, in loco, até o dia 18 de janeiro de 2013, 50 espécies diferentes de aves nos redutos da FAZENDA MODELO.

BORBOLETA MONARCA JARDEL
Borboleta Monarca na Fazenda Modelo, Fotografia de Jardel Vieira. Direitos Reservados.

Coordenação do Dossiê: Professor Doutor Gisnaldo Amorim Pinto

Membros de Grupo de Pesquisa e Estudos do DOSSIÊ FAZENDA MODELO: Marcelo Bastos.Daniel Francisco da Silva. Dênis Aparecido Valério. Matheus Utsch. Ronaldo Laudares

O Dossiê está em fase de elaboração. Seu autor afirma que o mesmo poderá ser publicado junto a Editoras interessadas, o que será muito rico para a cidade e a região, sobretudo para educadores sociais, ambientais e para público escolar e leigo.

FOTOGRAFIAS DE JARDEL VIEIRA E MARCELO BASTOS.

OBJETIVOS DO DOSSIÊ FAZENDA MODELO

• Fazer um estudo objetivo, a fim de ser encaminhado para as instâncias institucionais, junto a uma documentação necessária para legalização da proposta de criação de uma reserva de educação ambiental, no local hoje administrado pela Escola de Veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais.
• Sensibilizar a nossa comunidade da importância e do valor de uma reserva de educação ambiental.

• Sensibilizar a comunidade, num momento de grave crise social, com altos índices de criminalidade e uso abusivo de drogas, na infância, adolescência e juventude, para o contato com a natureza presente em nosso patrimônio natural.

• Criar alternativas saudáveis de vida, atentando para os cuidados com si mesmo, a partir das relações da nossa juventude com a natureza.

* Proteger uma área com uma fauna e flora já muito ameaçadas, inclusive com espécies de aves e mamíferos já confirmadas naquele local, hoje potencialmente ameaçadas de extinção.

• Propor ações e propostas pedagógicas de atividades de educação ambiental, a partir do uso daquele espaço e de sua ave-fauna e flora.

• Resgatar histórias e crendices populares da tradição de Pedro Leopoldo, com fatos, causos e lendas envolvendo a fauna, flora, com efetiva valorização da nossa FAZENDA MODELO.

• Resgatar ações organizadas no passado histórico e no presente de defesa e preservação daquele espaço.

• Divulgação deste DOSSIÊ, através de um livro, a circular pelo Brasil, já em processo de negociação com EDITORAS

SUMÁRIO PROVISÓRIO DO DOSSIÊ

I . CATÁLOGO DE ESPÉCIES DA FAZENDA MODELO
1. BIGODINHO
2. TICO TICO
3. O VIRA BOSTA
4. SABIÁ LARANJEIRA
5. SABIÁ DO CAMPO
6. LAVADEIRA MASCARADA
7. CANÁRIO DA TERRA
8. JOÃO DE BARRO
9. JOÃO GARRANCHO
ATIVIDADE PEDAGÓGICA
10. SANHASSO
11. TESOURINHA
12. TISIU
13. DO RÉ MI
14. CAMPANHIA AZUL
15. SAÍRA AZUL
16. SAÍRA AMARELO
17. COLEIRINHA
ATIVIDADE PEDAGÓGICA
18. CORRUÍRA
19. BIGODINHO
20. BEM TI VI
21. BEM TE VI RAJADO
22. BENTIVIZINHO
23. ARAPAÇÚ DO CERRADO
24. CURIÓ
25. BICO DE LACRE
26. SABIÁ BARRANQUEIRO
27. ALMA DE GATO
28. TICO TICO
29. PICA-PAU DA CABEÇA AMARELA
30. SUIRIRÍ
31. ANU-PRETO
32. ANU-BRANCO
33. CANÁRIO CHAPINHA
34. OUTROS

II OUTRAS ORDENS DE AVES
1. ASA BRANCA
2. MARTIM PESCADOR
3. GARÇAS
3.1. GARÇA BOIEIRA
3.2. GARÇAS BRANCAS
3.2.1. GARÇA BRANCA PEQUENA
3.2.2. GARÇA BRANCA GRANDE
3.3. GARÇA CINZENTA
4. PERIQUITO VERDE
5. MARITACAS
6. PAPAGAIOS
7. SIRIEMA
8. TUCANOS
9. GAVIÃO CARRAPATEIRO OU CARIJÓ
10. URUTAU
11. JACÚS
12. ARIRAMBÁ
13. OUTROS

III. MAMÍFEROS DA FAZENDA MODELO
1. SAGUIS E MICOS ESTRELA
2. CAPIVARAS
3. RAPOSAS
4. JAGUATIRICAS
5. MORCEGOS
6. GAMBÁ
7. TATU CANASTRA
8. OUTROS

IV. ALGUNS ARTRÓPODOS DA FAZENDA MODELO.
1. BORBOLETA MONARCA
2. BORBOLETA ESTALADEIRA
3. BORBOLETA AZUL
4. ABELHA
ATIVIDADE PEDAGÓGICA DANÇA DAS ABELHAS
5. MARIMBONDO TATU
6. OUTRAS BORBOLETAS [COMPLETAR]
7. OUTROS

V. PLANTAS E ERVAS MEDICINAIS DA FAZENDA MODELO
1. INGAZEIRO
2. GENIPAPO
3. JUÁ
4. BABOSA
5. JURUBEBA
6. BOLDO
7. EUCALIPTO
8. LARANJINHA CAPETA
9. OUTROS

VI. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

VII – ANEXOS

RELATÓRIO PARCIAL DOS RESULTADOS DO DOSSIÊ FAZENDA MODELO.
TEXTO: PROFESSOR DOUTOR GISNALDO AMORIM PINTO.

FORAM CATALOGADAS 50 ESPÉCIES DIFERENTES DE AVES NA FAZENDA MODELO DE PEDRO LEOPOLDO. A FAZENDA MODELO TEM UMA ÁREA de 448 Hectares, sendo que estas 50 espécies de aves foram catalogadas, numa obsservação empreendida, nos últimos 02 meses, numa área de pouco mais de 1%, em relação a estes 448 hectares.

Numa pesquisa feita no Parque Nacional da Serra do Cipó, a áera pesquisada foi de 1500 hectáres, sendo que foram catalogadas 226 espécies de aves, o que representa 27% da ave-fauna total do cerrado brasleiiro, atualmente, com mais de 850 espécies descritas até hoje. Proporcionalmente, estima-se que a Fazenda Modelo com seus 448 hectares, tem cerca de mais de 100 espécies de aves. O número de 50 espécies já catalogadas de aves da FM já representa em torno 8 a 9% do número de aves total do cerrado brasileiro.

Gisnaldo Amorim relata que, como este estudo está sendo feito no entorno da PISTA de CAMINHADA da FAZENDA MODELO, pois não há autorização de pesquisa na FM. Nesta áera de pesquisa de cerca de pouco mais de 2 hectares, pode ser estimado que na FAZENDA MODELO existam cerca de mais de 15% das espécies de aves daquelas encontradas em todo o cerrado brasileiro. Estes números colocam a Fazenda Modelo em uma situação bem confortável, para defesa de um argumento, de transformar esta área num Parque Municipal, ou outra unidade de conservação assemelhada, pois a LAGOA do NADO em BH tem uma área de 30 hectáres, ou seja, cerca de 10 vezes a menos do que nossa Fazenda Modelo e já goza do estatuto de Parque, protegido por lei.

Assim, temos uma área quase imersa na região urbana de PL, cerca, de quase mil vezes maior (448hectares) do que a Lagoa do NADO em BH e num universo de 2 hectares ou até menos, já catalogamos até o dia de hoje 50 espécies (somente de aves). Do ponto de vista do tamanho da área da FM de Pedro Leopoldo, difícil seria sustentar uma argumentação racional e prudente, de que nossa área seria muito pequena para ser transformada em Parque Municipal Educativo e de lazer para a comunidade. Se o tamanho da FAZENDA não impede de podermos desfrutar dali de mais uma opção saudável de lazer e formação humana, frente a ondas de violência social que assustam a todos e a todas, o que diria do número de espécies de aves, que ali vivem, sem contar as aves migratórias, que não consideramos no estudo. Estimamos muito mais de 100 espécies, nesta vasta áera da FAZENDA MODELO de PL.

Com estes números não haveria razões de ordem legal, que atestassem contra o nosso diagnóstico pacial, de que a FAZENDA MODELO tem um potencial bem estimado, de ser utlizada como espaço para pesquisas científicas na áera de fauna e talvez de flora, além de ser um local potencialmente apropriado para ações de educação ambiental e de lazer in loco na CIDADE DE PEDRO LEOPOLDO. Do ponto de vista do turismo, teríamos que nos preparar para receber muitas visitas de outras cidades, pois falta infra-estrutura na área urbana e de saneamento na área e no entorno da FM, pois ainda há locais desprovidos de rede de água e esgoto. A praça da FM é um dos exemplos, não há no local sequer uma torneira com água. Coisa muito preocupante, para um local privilegiado a ser explorado com racionalidade, sustentabilidade e prudência.

Anúncios