LANÇADO LIVRO DE GISNALDO AMORIM

Meu livro acaba de ser lançado para compra pele EDITORA CRV. No livro há crônicas sobre a cidade de Pedro Leopoldo, sua cultura, seu povo … Haverá cerimônia de lançamentos nas livrarias de Belo Horizonte conveniadas com a CRV.

O link para adquirir o livro é: http://www.editoracrv.com.br/?f=produto_detalhes&pid=3601.

A apresentação da obra é a que se segue:

Sinopse
“A obra trata-se de um conjunto de crônicas, escritas numa linguagem acessível ao público leigo, sem deixar de aprofundar em reflexões baseadas em concepções e referências da ALQUIMIA ( uma antiga raiz da origem da Psicologia e da Psicanálise), da Filosofia e da Educação.

O grande analista Carl G. Jung contribuiu para os estudos e pelos saberes envolvidos com a psicologia profunda da alma humana. Tais referências são muito usadas, para ajudar a disparar as reflexões sobre grandes dramas do cotidiano atual no Brasil e no mundo.

As análises envolvem questões do momento, como o caso de crimes hediondos, os comportamentos humanos na sociedade de massas e mediada pelas mídias alienantes, além de envolverem análises da educação e do ensino brasileiro, sempre amparado por esta bibliografia muito pouco utilizada para refletir sobre aspectos que envolvem os professores, os estudantes, o Estado e a família.

Os dramas da drogatização da sociedade e seus reflexos na produtividade Humana nos quesitos das emoções, do inconsciente e na cognição humana. Os reflexos do uso prolongado da Ritalina para tratamento apenas curativo, sem tratamento da subjetividade dos estudantes brasileiros.

Resenhas de filmes recentes envolvendo Contos de Fadas, que passaram nos Cinemas brasileiros. “Branca de Neve e o Caçador”; “Espelho, Espelho Meu”, “A Mulher de Preto” e outros. Pela experiência na atuação em curso de Psicologia usando filmes para tratar conceitos de alquimia e sonhos, há intensas reflexões sobre o uso pedagógico do cinema. Uma obra para profissionais da educação, da psicologia e da psicanálise, além de permitir a leitura do público leigo a fim de situar-se na sociedade entender os dramas humanos frente a cultura.”

Convido a todos aqueles profissionais de saúde mental, educadores, intelectuais e demais pessoas que se interessam em reflexões de cunho filosófico, psicanalítico, alquímico e todos aqueles que gostam de cinema e de bons filmes, já que nesta obra há resenhas sobre filmes. Bom para educadores que pretendem usar ou já usam o recursos do cinema para ensino de diferentes temáticas, associadas a humanização e a vida.

Dedico este livro à minha querida companheira Júnia Sales, já que em 9 de dezembro próximo completamos 23 anos que nos casamos na igrejinha de Dr Lund. Se eu tivesse que fazer de novo, eu o faria com muita satisfação. E aos meus dois queridos filhos Hércules Ângelo e o Péricles Pereira.

Faço um agradecimento especial ao meu querido amigo e grande Psicólogo Junguiano de Belo Horizonte ; ÌTALO FURLETTI JORGE, por ter sido um dos responsáveis, por ter me proporcionado a descoberta desta trilha rumo ao infinito, a leveza e ao sagrado. Agradeço a todos o membros do cursos de Sonhos e Alquimia coordenados pelo ÌTALO que sempre ao lado da companheira Júnia, estão plantando a semente para o novo mundo que se anuncia.

Agradeço de coração a todos meus amigos e amigas da cidade Pedro Leopoldo, sem os quais minhas angústias jamais encontrariam amparo. Tenho muita honra de minha terra e de meu berço Dr Lund, onde foi plantada a semente de luz, que me dá muito trabalho para cultivá-la.

Agradeço a todos os meus EX- alunos e EX-alunas da UFSJ e amigos e um agradecimento especial ao professor doutor Camilo Chaves coordenador do Curso de PSICOLOGIA DA UFSJ. Me sinto realizado com minhas ações nesta área e espero que esta obra possa ser útil, sempre me lembrando dos conselhos do escritor José ISSA FILHO de nossa terra ” Não escreva para ser lido, apenas escreva… cumpra sua jornada…”
TEXTO: GISNALDO AMORIM PINTO.

.:: EDITORA CRV: aprendendo a conhecer, a fazer, a conviver e a ser!!::.
http://www.editoracrv.com.br

Anúncios

CAUSO: O DIA QUE NÃO FUI BATMAN. UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DESDE JASPION A JIRAIA..

EI VOCÊ … PRESTE ATENÇÃO NO QUE EU VOU DIZER…. NÃO VAI FICAR SOZINHO… SOU O GUERREIRO QUE VAI TE DEFENDER….CONTRA TODA MALDIÇÃO … NÃO HAVENDO SOLUÇÃO … PRA SUA SEGURANÇA , EU VOU ENTRAR EM AÇÃO…A PAZ NA TERRA E EM TODOS OS PLANETAS … É COMO UM SONHO QUE NÃO PODE ACABAR… JASPION, PELA LIBERDADE, SOU JASPION , PELA IGUALDADE SOU JASPION…EU JURO … EU JURO .. NÃO VOU FALHAR … JASPION…( MUSIQUINHA PRA GENTE NA FAIXA DOS 30 PRA CIMA … JASPION)

SE BEM QUE JASPION E JIRAIA TINHAM UMA MOTOQUINHA… ALIÁS, OUTRO GRANDE GUERREIRO ANCESTRAL, JUNTAMENTE COM LIONMAN (UM LEÃOZINHO DE TRANÇAS, QUE AO FALAR NÃO MECHE A BOCA)…ULTRAMAN (UMA LETRA QUE NÃO DÁ PARA COLOCAR SEM O VIOLÃO E É NUM JAPONÊS AUTÊNTICO, POIS APRENDI A LETRA SEM TER IDO AO JAPÃO. DE TANTO ASSISTIR, EU APRENDI DIREITINHO A LETRA), ULTRASEVEN (MEIO PARECIDO COM ULTRAMAN, EMBORA O HINO SEJA JAPONÊS E SOMENTE EU TENHA OS DIREITOS AUTORAIS SOBRE A LINDA CANÇÃO). ALIÁS, A CANÇÃO “ULTRAMAN” FOI DE COMPOSIÇÃO DOS 5 HOMENS QUE DIRIGIAM A NAVE DO QUARTEL GENERAL, DENTRE ELES AIATA, O HOMEM QUE VIRAVA ULTRAMAN COM A CÁPSULA BETA. TODO DIA, NO CANAL 4 DA REDE TUPY, DEPOIS DE ASSISTIR OS COMENTÁRIOS DE KAFUNGA, JIRAIA IA COMBATER UM MONSTRO FEROZ E PERIGOSO MUNIDO SOMENTE DE UM CANIVETINHO JAPONÊS VENDIDO NUM PARAGUAI PERTO DE TÓQUIO. SEU GUIA ESPIRITUAL SEMPRE PRESENTE NO SEU PENSAMENTO, MORRIA DE MEDO DO AIATA MORRER E NINGUÉM DEPOIS QUERER VIRAR ULTRAMAN, PORQUE ERA UM HERÓI MEIO DURÃO E A BOCA NÃO ABRIA. VIVIA FECHADA.

ENTÃO O GUIA ARRANJOU UMA PILHA RAYOVAC (AS AMARELINHAS RECICLADAS) E A DEU PARA O AIATA, DIZENDO O SEGUINTE: “SEMPRE QUE ESTIVER EM PERIGO USE A CÁPSULA BETA E ELA O TRANSFORMARÁ NO ULTRAMAN”. NINGUÉM QUERERIA SER MESMO O ULTRAMAN, POIS A NAVE QUE COMBATIA OS MONSTROS SEMPRE TOMAVA UM TAPA DOS MONSTROS EM TODOS EPISÓDIOS DO MEIO DIA NA TV ITACOLOMY.

ULTRAMAN, ALÉM DE TER QUE CORRER RISCO DE VIDA COM OS MONSTROS, TINHA QUE SALVAR A NAVE E SEUS AMIGOS, INCLUSIVE ELE MESMO (AIATA), MAS NENHUM DOS 5 HOMENS DESCONFIAVAM QUE O AIATA ERA O ULTRA-MAN. ASSIM OS 5 HOMENS COMPUSERAM A MUSIQUINHA DO ULTRAMAN EM SITUAÇÃO DE MUITO PAVOR E, POR ISSO, FICOU MEIO EMBOLADA.

MAS, MEU EPISÓDIO FAVORITO DA HORA DO PRATO NA MÃO COMENDO CHUCHU COM ABOBRA D’ÁGUA E ANGU COM TORRESMO ERA BATMAN. O MEU BATMAN TINHA UMA ÉTICA FANTÁSTICA E ATÉ EXAGERADA, POIS QUANDO IA DAR UM SOCO NA CARA DO PINGUIM, ELE PEDIA DESCULPA ANTES. E AINDA DAVA UM LENÇO PRO PINGUIM LIMPAR O SANGUINHO QUE CORRIA PELO NARIZ.

QUANDO MINHA MÃE ODETE FAZIA PASTEL PRA EU VENDER NAS RUAS DE PL, ELA TEVE QUE CONTRATAR UM MENINO PARA AJUDAR A VENDER OS PASTÉIS, POIS VENDIA DEMAIS. NÃO É QUE O MENINO CHAMAVA ROBSON (UM PASSO PARA SER ROBIN, AMIGO DO BATMAN)?

ENTÃO, EU FIZ UMA BATCAVERNA NUM SÓTÃO ESCURO E GANHEI DE PRESENTE UMA ROUPA DO BATMAN E O ROBSON ERA O ROBIN. UM DIA DESTES, EU, MORANDO NO ANDYARA, MEU SOGRO CHEGOU LÁ PARA ALGUÉM CAPINAR MINHA HORTA, POIS EU TAVA COM PREGUIÇA. QUANDO O CARA ENTROU NO MEU PORTÃO COM MEU SOGRO E ELE ME VIU, ELE ENTÃO SOLTOU UMA PÉROLA: CUMÉ QUE VAI O SENHOR? O SENHOR SE LEMBRA QUANDO NÓS BRINCAVA DE BATMAN? POIS É SÔ… QUANDO NÓS DOIS VENDIA PASTEL NA RUA PRA SUA MÃE? AINDA DISSE: A ÚNICA MÁGOA QUE TENHO COMIGO É QUE VOCÊ NUNCA ME DEIXOU SER BATMAN. CÊ SÓ ME COLOCAVA DE ROBIN…

COMO ESTÁ NOS LIVROS DO JOSÉ ISSA: “COISAS DO REINO DE PEDRO LEOPOLDO”.

TEXTO: GISNALDO AMORIM PINTO.
OBS: O ROBSON É UM PEDRO LEOPOLDENSE TRABALHADOR E CHEIO DE DIGNIDADE A QUEM EU DEVO RESPEITO E CONSIDERAÇÃO, JUNTAMENTE COM MEU SOGRO, SOBRE QUEM EU DIGO O MESMO.