Amélia Corrêa Passos em Os irmãos Siameses, Teatro Icbeu, BH, de 22/06 a 15/07

Todos estão convidados a prestigiar Amélia Correa Passos em Os irmãos Siameses.  Amélia tem grande trajetória no  Teatro em Pedro Leopoldo, iniciando com o Grupo de Teatro dos Meninos, com Dimir Viana, depois com o Grupo Albatroz. Fundou o Teatro Encomendado e também integra o Verbo Cia de  Teatro, advindo do  Teatro Universitário da UFMG. O  Blog Cultura de Pedro Leopoldo parabeniza à grande equipe de Os irmãos Siameses, em especial à Amélia pelo excelente trabalho!

Escrito por Tristan Bernard, pseudônimo de Paul Bernard, o conto “A História de Dois Irmãos Siameses” (em domínio público) narra a história de dois irmãos que, ainda que ligados fisicamente, apresentam as diferenças inerentes a cada ser, partilham, da melhor forma possível, todos os aspectos de suas vidas, até que se apaixonam pela mesma mulher.

“Dois irmãos de almas opostas unidos pela carne e pelo destino. Uma mulher entre eles. Seres estranhos como nós que nos pretendemos perfeitos e se possível eternamente belos. Somos? É preciso aprender a viver com o diferente mesmo porque o diferente pode ser a gente. Ou não?”

Os irmãos Siameses retrata a história da Família Zoffáni, trupe de teatro, que encena há 25 anos, o melodrama “Os Irmãos Siameses ou Eu e Tu, Tu e Eu”. A peça faz uso de iguais, Os Siameses, para evidenciar as diferenças das pessoas, e entre as pessoas e a relação de interação entre nós.

Numa época em que o ser humano é visto como um produto em série: como os mesmos desejos, a mesma forma de agir e as mesmas conexões, a peça propicia, através da interdependência entre os personagens, a oportunidade de visualizar e entender os seres humanos não como desiguais, mas como únicos.

O respeito às diferenças, é a grande metáfora a que se propõe o espetáculo.

A montagem

Gêmeos Siameses? Aberrações Humanas? Humanas?  Hoje nascimentos dessa natureza são muito abordados pela mídia, porém eram considerados anteriormente como aberrações, dignas da execração pública.  O espetáculo “Os Irmãos Siameses, ou Eu e Tu, Tu e Eu” da Verbo Cia. de Teatro,  através de uma forma jocosa, engraçada e ao mesmo tempo densa e poética, traz a cena de modo fantástico ou surreal, conceitos essenciais a serem debatidos em nossa cultura contemporânea, como a relação entre personagens que, com desvio acentuado de um padrão estético normal, desafiam o contexto social no espaço cotidiano e ressaltam de maneira tragicômica seus desejos, sua individualidade, e seu direito de independência. O diferente é também natural sobrepõe-se à ideologia dominante que valoriza o belo, a juventude, o moderno, a moda, o êxito no amor, etc.

A encenação foi construída nas linguagens: tragicômica\ melodramática e realista. A peça consta de dois atos, o primeiro apresenta personagens grotescos, bufônicos e misteriosos que foram construídos com base no exagero e no jogo dos bufões. E no segundo ato há momentos que a linguagem é realista e outros de realismo fantástico. Surgirão em cena nos dois atos, formas interessantes que dão vida a figuras enormes, transfiguradas, fantásticas, onde o corpo inteiro torna-se uma máscara, e tornam-se corpos bufonescos. O espetáculo possibilita a discussão e o olhar sobre valores éticos, sociais e culturais. A relação de interdependência entre os personagens propicia a oportunidade de ressaltar a diferença inerente ao ser humano, não como ser desigual, mas como ser único. Ao falar sobre as minorias, no caso os siameses, estamos consequentemente levantando questões inerentes aos mesmos e às outras minorias da sociedade, como os anões, obesos, aos que sofrem de gigantismo ou que tem qualquer outra peculiaridade que os diferencia da sociedade como um todo.  E como é pensada a existência destas pessoas dentro de uma sociedade consumista, pragmática, cujo o apreço e a constante valorização das questões estéticas, financeiras, etc, se sobrepõem ao caráter humano, no que diz respeito à individualidade, especificidades e potencialidades.

Ficha técnica

Elenco:
Amélia Corrêa: Bodofélia Zoffáni
Anair Patrícia: Belarmina Zoffáni
Elisângela Souza: Bergoníxia Zoffáni
Janaina Starling: Barbaróxia Zoffáni
Jair Gomes: Bederzólio Zoffáni, Avó
Luciano Vivacqua: Bogosmeu Zoffáni

Texto: “Os Irmãos Siameses ou Eu e Tu, Tu e Eu”
(Inspirado Livremente no conto A História de Dois Irmãos Siameses)
Adaptação e Dramaturgia: Fernando Limoeiro
Direção: Antônio Rodrigues
Assistente de Direção: Elisângela Souza
Cenário, Figurino, Maquiagem e Adereços: Adriano Borges e Fabrício Belmiro
Cenotécnico: Geraldo Belmiro
Costureiras: Maria do Carmo Veríssimo e Silma Meca
Trilha Sonora: Fabrício Belmiro e Vitor Diniz
Letras das Músicas: Fernando Limoeiro
Música Incidental: Fabrício Belmiro e Vitor Diniz
Músicos: Fabrício Belmiro, Sérgio Geléia, Vitor Diniz
Operador de Som: Bruno Nigri
Iluminação: Geraldo Octaviano
Operador de Luz: Rosilda Figueiredo
Preparação Corporal: Anair Patrícia, Antônio Rodrigues e Luciano Vivacqua
Preparação Vocal: Elisângela Souza e Janaina Starling
Fotografa: Daniela Amaral
Assessoria de Imprensa: Astronauta Comunicação – Adilson Marcelino e Lucas Ávila
Programador Visual: João Andere
Produção Administrativa: Luciana Freitas
Assistente de Produção: Elisângela Souza
Produtor Executivo: Jair Gomes
Patrocínio: Fundo Municipal de Cultura
Realização: Verbo Cia de Teatro

Isabel Cecília Magalhães vence o I Concurso Literário de Pedro Leopoldo, prêmio de melhor obra do Concurso

Com o mini-conto Sonhos de meninas – brisa do sol e luz do sol, Isabel Cecília Magalhães venceu o I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012, obtendo o prêmio concedido pela AABB, uma cota da AABB.  A Isabel, os agradecimentos e homenagens dos organizadores, patrocinadores e apoiadores do I Concurso Literário de Pedro Leopoldo.

Francisco Kuchembecker (AABB  Pedro Leopoldo) entrega troféu de premiação à autora Isabel Cecília Magalhães, pelo prêmio de melhor obra na categoria mini-conto e melhor obra do Concurso Literário Pedro Leopoldo 2012. Francisco (Chiquinho da AABB) ressaltou o valor desta parceria e os votos de continuidade do Concurso.

Francisco Kuchenbecker entrega prêmio de melhor obra a Isabel Cecília – uma cota da AABB. Os organizadores do evento, Júnia Sales e Gisnaldo Amorim avaliam muito positivamente a parceira com a AABB para o sucesso do evento.

Enrique Tavares (Gráfica Tavares) entrega homenagem a Isabel Cecília pela conquista no I Concurso Literário de Pedro Leopoldo. Enrique Tavares é o idealizador, junto com Jacy Lopes, da logomarca do Concurso Literário, inspirada na canoa atualmente sob guarda do Parque Estadual do Sumidouro.

Fotografia – Júnia Sales e Geraldo Santos Filho. Acervo Blog Cultura de Pedro Leopoldo.

O I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 é uma realização do Blog Cultura de Pedro Leopoldo, sob coordenação de Júnia Sales e Gisnaldo Amorim. O Concurso Literário 2012 teve como parceiros a Padaria Santos e a AABB Pedro Leopoldo. Apoio Cultural Gráfica Tavares, Adelso Buffet, Colégio Clita Batista, Jornal Folha de Pedro Leopoldo, Jornal O Observador, Cine Marajá.

Maria José Silva Bastos vence I Concurso Literário na Categoria Memorial – prosa e poesia

Maria José Silva Bastos é conhecida em Pedro Leopoldo por ser declamadora e autora de poesias. Ela é vencedora do I Concurso Literário de Pedro Leopoldo na categoria Memorial – prosa e poesia.

Maria José Silva Bastos declama o Memorial poético Revivendo o passado de Pedro Leopoldo ao som de Ave Maria de Bach, Gisnaldo Amorim.

Aninha Santos (Padaria Santos) presta a homenagem da Padaria Santos a Maria José Silva  Bastos. Aninha contou a história do catador de estrelas do mar à beira mar, uma metáfora do trabalho de Gisnaldo Amorim e Júnia Sales com a valorização cultural do município.

Edson Jorge (Cine Marajá) entrega Troféu a Maria José Silva Bastos, autora do Revivendo o passado de Pedro Leopoldo, obra premiada na Categoria Memorial – prosa e poesia.

Fotografia Geraldo Santos Filho. Acervo Blog Cultura de Pedro Leopoldo.

O I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 é uma realização do Blog Cultura de Pedro Leopoldo, sob coordenação de Júnia Sales e Gisnaldo Amorim. O Concurso Literário 2012 teve como parceiros a Padaria Santos e a AABB Pedro Leopoldo. Apoio Cultural Gráfica Tavares, Adelso Buffet, Colégio Clita Batista, Jornal Folha de Pedro Leopoldo, Jornal O Observador, Cine Marajá.

Paulo Roberto Machado Santana vence I Concurso Literário de Pedro Leopoldo na categoria Causo

Com o Causo do Avião, Paulo Roberto Machado Santana venceu o I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 na categoria Causo. Paulo Roberto realizou performance para contação do causo e recebeu troféu das mãos de Gisnaldo Amorim e Carlos Aníbal, seus conterrâneos de Dr. Lund. Também compareceram à premiação de Paulo Roberto os amigos Diquinho e Maruca.

Carlos Aníbal (Cacá de Dr. Lund) e Gisnaldo entregam o Troféu a Paulo Roberto Machado Santana em premiação pelo Causo do Avião no I Concurso Literário. Cacá parabenizou os organizadores do evento e também o autor premiado, ressaltando o valor deste evento para Pedro Leopoldo. Carlos Aníbal é dentista e memorialista, com reconhecido trabalho em prol da preservação da memória e da história de Pedro Leopoldo, sobretudo de Dr. Lund.

Gisnaldo Amorim entrega livro de Rolando Boldrin para Paulo Roberto, uma  homenagem do Blog Cultura de Pedro Leopoldo ao autor de causos premiado nesta primeira edição do Concurso.

Fotografia – Geraldo Santos Filho. Acervo Blog Cultura de Pedro Leopoldo.

O I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 é uma realização do Blog Cultura de Pedro Leopoldo, sob coordenação de Júnia Sales e Gisnaldo Amorim. O Concurso Literário 2012 teve como parceiros a Padaria Santos e a AABB Pedro Leopoldo. Apoio Cultural Gráfica Tavares, Adelso Buffet, Colégio Clita Batista, Jornal Folha de Pedro Leopoldo, Jornal O Observador, Cine Marajá.

 

Poesia de José Maria Pereira vence o I Concurso Literário 2012

José Maria Pereira é autor premiado na categoria Poesia, com a Poesia Baú da Saudade, uma poesia de alto valor literário, lida de maneira emocionante pelo seu autor durante as solenidades de premiação. José Maria é autor consagrado no município, autor de inúmeros livros de poesia e excelente declamador. A participação de José Maria Pereira abrilhantou o Concurso Literário 2012, e os organizadores do evento manifestam sua satisfação com a concessão desta premiação.

José Maria Pereira recebe o troféu das mãos da educadora Palmira Gláucia de Sales, diretora do Colégio Clita Batista. Palmirinha expressou o valor da obra de José Maria e seu apreço pessoal pelo escritor.

O escritor José Maria Pereira em leitura poética de Baú da Saudade, obra premiada no I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012.

Fotografia Geraldo Santos Filho. Acervo Blog Cultura de Pedro Leopoldo

O I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 é uma realização do Blog Cultura de Pedro Leopoldo, sob coordenação de Júnia Sales e Gisnaldo Amorim. O Concurso Literário 2012 teve como parceiros a Padaria Santos e a AABB Pedro Leopoldo. Apoio Cultural Gráfica Tavares, Adelso Buffet, Colégio Clita Batista, Jornal Folha de Pedro Leopoldo, Jornal O Observador, Cine Marajá.

Charge de Sthefany Menezes Batista vence Concurso Literário 2012 na sua categoria

Charge de autoria de Sthefany Menezes Batista obtém o primeiro lugar na sua categoria. Sthefany é aluna do Colégio Clita Batista e cursa o Ensino Fundamental. A charge de sua autoria compara as obras da Copa ao Coliseu, e, com muita criatividade e ironia, Sthefany sugere a morosidade na conclusão das obras da copa. Os nossos parabéns a essa jovem talentosa, que demonstrou grande capacidade expressiva e muita perspicácia na idealização de sua charge.

Gisnaldo Amorim cumprimenta Sthefany pela charge premiada no Concurso, um estímulo a que a autora prossiga em sua caminhada de criação literária e artística.

Sthefany recebe o troféu das mãos de Ilza Tavares Gualberto, vice-diretora da Fundação Pedro Leopoldo, doutora em Linguística e professora de Língua Portuguesa, que desejou a Sthefany muito sucesso em sua trajetória e expressou votos de que o Concurso Literário se afirme no cenário pedroleopoldense como evento cultural de excelência.

Acervo Blog Cultura de Pedro Leopoldo. Fotografia Geraldo Santos Filho.

O I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 é uma realização do Blog Cultura de Pedro Leopoldo, sob coordenação de Júnia Sales e Gisnaldo Amorim. O Concurso Literário 2012 teve como parceiros a Padaria Santos e a AABB Pedro Leopoldo. Apoio Cultural Gráfica Tavares, Adelso Buffet, Colégio Clita Batista, Jornal Folha de Pedro Leopoldo, Jornal O Observador, Cine Marajá.

Concurso Literário tem Menção Honrosa nas categorias Professor e Ilustrador

A Comissão Julgadora do I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 decidiu pela concessão de Menção Honrosa para o ilustrador Paulo Cesar Magalhães, pela obra Sonhos de meninas – brisa do sol e luz do sol, de autoria de Isabel Cecilia Magalhães. A ilustração do mini-conto é original, leve e divertida, numa linguagem visual própria para público infantil, o que valorizou a obra e expressou visualmente o conteúdo lírico da obra.

Paulo Cesar Magalhães recebe Troféu das mãos do artista plástico César Augusto de Paula, menção honrosa como ilustrador da obra Sonhos de meninas.

Vanessa Rafael recebe troféu das mãos de sua mãe, Bilá Sales. Vanessa recebeu Menção honrosa na categoria Professor, por ter criado oportunidade pedagógica e artística que originou charge premiada no concurso literário de autoria de Sthefany Menezes Batista. A iniciativa de professores é sempre muito valiosa, pois eles podem estimular o surgimento de novos talentos na literatura, nas artes e nas mais diferentes expressões culturais. O evento, que é idealizado por educadores, prestou sua justa homenagem a uma educadora do município, por meio deste reconhecimento.

Aos premiados, a homenagem dos organizadores do I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012.

Fotografia Geraldo Santos Filho. Acervo Blog Cultura de Pedro Leopoldo.

O I Concurso Literário de Pedro Leopoldo 2012 é uma realização do Blog Cultura de Pedro Leopoldo, sob coordenação de Júnia Sales e Gisnaldo Amorim. O Concurso Literário 2012 teve como parceiros a Padaria Santos e a AABB Pedro Leopoldo. Apoio Cultural Gráfica Tavares, Adelso Buffet, Colégio Clita Batista, Jornal Folha de Pedro Leopoldo, Jornal O Observador, Cine Marajá.