O Boi da Manta na literatura de José Issa Filho

“E eu, nascido, criado e envelhecido neste reino, desejo que todos se divirtam a valer em nossa festa maior. E que as famílias que trabalham nas barracas ganhem um bom dinheiro. E louvo os que dançam no boi-da-manta, louvo os que o acompanham, louvo seus músicos, louvo os que trabalham enquanto os outros se divertem, louvo os sóbrios e louvo os  bêbedos, louvo aquele que, dentro do boi, move o boi, louvo o boi e todos aqueles que contribuem para alegrar nossas ruas…” José Issa Filho, Em Coisas do Reino de Pedro Leopoldo, 3, 2002, p. 215/216.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s